Contágio, o filme que previu o horror de uma pandemia global como o Coronavírus

Existem inúmeros filmes que são baseados em fatos reais. Muitos deles apenas ajustam a narrativa para que o impacto seja maior aos olhos do espectador. Outros porém, são ficções bem desenvolvidas com intuito unicamente de entreter e possivelmente conseguir premiações e se sair bem com a crítica. Mas nenhum filme, entre tantos, poderia ser tão certeiro, previsível e assustador nos dias atuais como Contágio!

Vivendo a atual pandemia mundial do novo Coronavírus, as pessoas estão se vendo em um mundo em guerra com um inimigo invisível, que em seu início – e infelizmente até hoje por alguns – fora taxado apenas de mais uma epidemia comum, mas que vem se mostrando o maior problema mundial desde a segunda guerra; afetando mercados, negócios, empresas e claro, todos os seres humanos. TODOS.

O filme, dirigido por Steven Soderbergh e lançado em 2011, as semelhanças e inclusive igualidades nos acontecimentos são amedrontadores. A ideia original era se criar um filme de desastre realista, com bases científicas e dados apurados. Para tanto, o roteirista do filme Scott Z. Burns pesquisou patologias durante três anos, para desenvolver no roteiro do longa o vírus MEV-1, altamente contagioso e mortal; assim como o COVID-19.


O que mais chama a atenção, nas inúmeras coincidências com o momento atual, é a incredulidade dos governos com o poder do vírus e a necessidade de distanciamento e isolamento social como tentativas de limitação das transmissões.

O filme ainda mostra em detalhes – assim como hoje – como uma pandemia começa. Como nós a espalhamos, seja tocando o rosto, em corrimões, torneiras, espirrando, tossindo e como é impossível saber onde e quando a mesma teve início. Mostra que se não há cuidados, as pessoas vão morrer. O sistema entrará em colapso e o ciclo de tragédia só têm a aumentar.

E claro, o que mais assusta no filme é o quão rápido o ser humano pode voltar a ser um animal em condições que o obrigam a ser e fazer o que não era de sua rotina. Junte a isso uma crise de abastecimento – que pelo menos não ocorre da mesma forma no mundo real – e a necessidade de cuidar dos seus.

Uma análise completa dos erros e acertos do filme em relação a situação atual também pode ser conferida NESTE POST!

Recheado de estrelas como Matt Damon, Gwyneth Paltrow, Kate Winslet, Lawrence Fishburn, Marion Cotillard, Bryan Cranston, Eliott Gould e Jude Law, Contágio não é apenas o filme mais real do momento atual, é talvez a ficção obrigatória que devemos ver para não errarmos em pontos simples no mundo real; como apenas nos cuidar, e cuidar dos outros, justamente para não causarmos ainda MAIS milhares de mortes.

Temam a situação real atual. Cuidem-se.

O filme está disponível na HBO GO e para locação digital no Google Play.

Uillian Magelahttps://estacaonerd.com
Co-Fundador do Estação Nerd. Palestrante, empreendedor e sith! No momento, criando meu sabre de luz para cortar a lua ao meio. A, SEMPRE escolha a pílula azul. Não faça como eu!

Deixe sua opinião!

INSTAGRAM

AS MAIS LIDAS