qua, 30 novembro 2022

Crítica | Abestalhados 2

Publicidade

Abestalhados 2 conta a história de Paulo, Manuel, Eric e Alex Bala que sonham em fazer um filme de ação e aventura. Com um enorme talento para se meter em encrencas, eles partem em uma hilária aventura em busca do reconhecimento e do sucesso. A produção conta com a direção de Marcos Jorge (Estômago) e Macelo Botta (Adnet Ao Vivo) e com Paulinho Serra, Raul Chequer, Leandro Ramos e Felipe Torres no elenco principal para apresentar uma das melhores comédia do ano!

Abestalhados 2 é excepcional em sua proposta de fazer um filmes sobre a produção de um filme. Com a ideia apresentada acompanhamos as desventuras de uma equipe em produzir o tão sonhado Blockbuster nacional. Na forma de um “falso documentário” vemos os bastidores da criação e filmagem de um longa-metragem fictício (Acelerados 2). Mas entre boa vontade e talento, a equipe acaba tropeçando em suas limitações e vaidades, criando uma divertidíssima comédia de erros. O talento, química e timing cômico do quarteto principal preenchem bem os 94 minutos de duração do longa e conseguem com esmero cumprir sua proposta de entreter e divertir, seja com as sacadas rápidas ou com as piadas ácidas e debochadas. A produção consegue apresentar os bastidores de como se sofre para fazer um filme no Brasil. O roteiro de Marcos Jorge e Marcelo Botta, em parceria com Gabriel Di Giacomo (Marcha Cega) brinca com tudo e todos que estão envolvidos na produção de um filme. A metralhadora de piadas é ligada e acerta a maior parte dos alvos. Se existe um problema na produção é o inchaço e falta de dinamismo que a produção em alguns momentos enfrenta, parece que o roteiro e direção esticam (propositalmente) algumas cenas e piadas, o que atrapalha na fluidez narrativa em especial no segundo ato. Mas isso não é nada que venha a prejudicar o filme.

Aqueles que esperam uma comédia com cenas de humor físico e pastelão, podem se frustar pois essa não é a proposta de Abestalhados 2, que prefere focar em criticar, de modo elegante, o cinema nacional. Grande parte do sucesso dessa produção se deve a presença de Paulinho Serra (Internet: O Filme), Raul Chequer (Décimo Andar), Leandro Ramos (Vovó Ninja) e Felipe Torres (Hermes e Renato) que desenvolvem seus personagens com naturalidade e tem em suas ações a medida certa. As participações especias de José Loreto (Pantanal) e de Alexandre Rodrigues (Cidade de Deus) são hilárias. Já atores como Marcelo Mansfield (Amor Sem Medida), Isabella Santoni (Dom) e Maurício Meirelles (O Melhor Verão das Nossas Vidas) são inseridos de modo aleatório e acabam desperdiçados.

Publicidade

Abestalhados 2 é uma comédia interessante, divertida e criativa acima de tudo. O The Office tupiniquim surgiu e bem que poderia ganhar uma série para mostrar as próximas aventuras desse grupo no cinema nacional.

Publicidade

Destaque

Paddington | Curta para comemorar Jubileu da rainha é lançado no Youtube; Assista!

Paddington e a Elizabeth II se uniram em um curta-metragem....

Crítica | Wandinha

Os Addams são uma das famílias mais icônicas na...

Crítica | Sonic Frontiers

Quando um novo jogo do Sonic é lançado, não...
Hiccaro Rodrigueshttps://estacaonerd.com
Eu ia falar um monte de coisa aqui sobre mim, mas melhor não pois eu gosto de mistérios. Contato: hiccaro.rodrigues@estacaonerd.com

Deixe um comentário